A Lenda de Sadako Sasaki

Bem, essa não é exatamente uma lenda, pois aconteceu mesmo. Sadako Sasaki foi uma menina japonesa que vivia a cerca de dois kilômetros do epicentro da bomba de Hiroshima, perto da Ponte Misasa. Ela só tinha 2 anos de idade quando a bomba atômica lá caiu. Sadako não ficou ferida e até 1954 ela teve uma infância normal e feliz. Era uma boa aluna e uma criança de muita energia. Em 1954, com 11 anos de idade, enquanto ela corria no recreio, começou a se sentir mal e caiu no chão. Era a leucemia, à qual sua mãe chamava de “doença da bomba atômica”. A melhor amiga de Sadako, Chizuko Hamamoto, então contou para ela a lenda sobre alguém que fez mil tsurus de origami e assim teve um desejo concedido pelos deuses. Com suas própias mãos, Chizuko lhe presenteou o primeiro tsuru que ela própria havia feito num papel dourado. Sadako tinha a esperança de que os deuses lhe concedessem o desejo de voltar a correr de novo. Pouco tempo depois de haver entrado no hospital, Sadako conheceu um menino a quem lhe faltava muito pouco tempo de vida também devido à leucemia. Sadako lhe animou a fazer o mesmo com os tsurus, mas o menino respondeu: “sei que esta noite morrerei”.

Durante a internação, Sadako teve tempo de sobra para fazer os tsurus de origami, mas faltava-lhe papel. Ela usava qualquer pedacinho de papel que pudesse achar, incluindo as embalagens dos remédios e suas bulas e ela até ia aos quartos dos outros pacientes para pedir o papel dos cartões de melhoras que eles recebiam. Assim, Sadako pensou que não seria justo pedir a cura somente para ela e então passou a pedir também a cura para todas as vítimas das bombas atômicas e também pediu paz para o mundo.

Na manhã de 25 de Outubro de 1955, a família de Sadako pediu para que ela comesse algo e Sadako pediu chá com arroz e, após provar um pouquinho, disse “Está bom”. Estas foram suas últimas palavras. Sadako morreu naquela mesma manhã, na companhia da família. Ela havia completado 964 tsurus de papel. Seus colegas da escola, depois do seu falecimento, chegaram a completar os 1000 tsurus em sua homenagem.
Estes mesmos colegas, quatro anos depois, ajudaram a construir um monumento em homenagem a Sadako, no qual a estátua dela aparece segurando um tsuru dourado nas mãos (representando o primeiro Tsuru que ela recebeu da melhor amiga). É um monumento que também é dedicado a todas as crianças que morreram por causa das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki.

Ao pé da estátua de Sadako Sasaki há uma placa que diz:

Este é o nosso grito,

Esta é a nossa oração,

Paz no mundo.

About these ads
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s